07/10/2015

Barbie Crochê Miniaturas Artesanato e Coisas Mais , Barbie Musa no Mundo: Os dois Lados da Moeda , Barbie , cultura , Curiosidades , notícias news novidades , Quem é Barbie? ,

Barbie Musa no Mundo: Os dois Lados da Moeda




Barbie Boneca Ou Barbie Humana? 

Uma Reflexão.



Olá a todos(as) os(as) leitores(as),

Quero falar diretamente com você com quem tenho contato através do Blog, com quem troco ideias sobre a Barbie e como deixá-la ainda mais bonita. Quero falar com clareza para evitar qualquer juízo de valor moral. Não quero questionar ninguém sobre suas idéias, nem supervalorizar outras opiniões.
Quero falar de mim e como conhecer a Barbie me ajudou a destruir os preconceitos que eu conhecia. 

Quando minha filha nasceu voltei a brincar com bonecas junto com ela. Deixei de assistir a filmes adequados a minha idade e passei a assistir a filmes para crianças. Muitos deles eram protagonizados pela boneca Barbie.

Com os vídeos da Barbie minha filha aprendeu muito sobre:


1 - Os grandes clássicos do Balé Mundial:


 

  • Barbie em O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky.

  • Barbie em O Quebra-Nozes, de Tchaikovsky.



2 - Os Grandes Clássicos da Literatura Mundial:



  • em Barbie e as Três Mosqueteiras - que é uma adaptação de Os Três Mosqueteiros obra de Alexandre Dumas , publicado em 1844, da Literatura Francesa
  • em Barbie e a Princesa Plebéia inspirado na obra The Prince and The Pauper, do escritor Mark Twain, da Literatura Inglesa

3 - Os Grandes Clássicos de Contos de Fadas:




  • em Barbie Rapunzel - baseado no clássico Rapunzel famoso conto de fadas popular Alemão, recolhido pelos Irmãos Grimm e publicado pela primeira vez em 1812, que por sua vez é uma adaptação do conto de fadas Persinette escrito por Charlotte-Rose de Caumont de La Force e foi publicado originalmente em 1698.

Quando comecei a fazer roupas para bonecas, eu não conhecia a Barbie, senão pelas "piadas de loiras" e "frescuras" que são associadas a ela.

Criei este tema para trazer à tona uma reflexão sobre a Boneca mais popular do mundo, a Barbie, e o preconceito associado à sua imagem, como modelo a ser seguido por todos, por ter a aparência desejada por "mulheres" e "homens".


Já publiquei outros artigos do mesmo tema: 
BARBIE MUSA que você poderá ver acessando estes links:













O PRECONCEITO


A boneca Barbie carrega em sua imagem um preconceito, arraigado em sua essência, contra a imagem do corpo perfeito ou a tirania dos padrões estéticos exigidos pela sociedade.


Como seria a Barbie se ela envelhecesse

Mas, nós somos a SOCIEDADE. Então, são nossos preconceitos também. Afinal, se você não segue à risca o modelo padronizado socialmente você será marginalizada por isso. Será criticada, será constrangida, ... 

Bem, mas essa é a ideia que está na mente da maioria de nós ....


Estamos acostumados a ver a Barbie bem vestida com luxuosos vestidos e acessórios de marcas famosas, maquiada, cabelos alinhados,  e
com carros esportes conversíveis de alto padrão.




Casas bem equipadas com todos os melhores objetos de utilidade domésticas caros para a casa ou objetos de decoração invejáveis 


A casa da Barbie real foi criada pelo decorador de interiores 

Jonathan Adler para os 50 anos da boneca. 

A casa fica localizada em Malibu, California (Estados Unidos)



Ela ostenta um estilo de vida que todas as pessoas gostariam de ter. Exercem profissões de altos status econômicos e sociais. 


E estão estampadas em  revistas famosas.



Ou seja, tem a "vida dos sonhos" de cada um de nós. Tudo parece perfeito!

Mas, isso é FANTASIA.  O contato com o lúdico faz parte da infância. É necessário para o desenvolvimento equilibrado da personalidade da criança. Cabe aos pais a responsabilidade de ensiná-las sobre os preceitos morais e éticos da família.

O OUTRO LADO DA MOEDA


Porém, existem algumas pessoas, artistas, mais precisamente, que conseguem abstrair dessa imagem da Barbie que conhecemos hoje, outras ideias, algumas vezes, bem realistas. A Barbie os inspira, é musa deles também.


A designer de jóias Margaux Lange 
lançou recentemente sua nova linha de bijuterias 
feitas com pedaços das bonecas Barbie.

Mas, para esses artistas há outras formas de retratar a vida humana personificada pela Barbie. A vida como ela realmente é ... com gordurinhas e celulites, 

Barbie com medidas reais
Veja como seria a Barbie 
com nossos padrões de beleza reais,
com altura e medidas semelhantes às da mulher atual


com problemas, complicações nos relacionamentos familiares e sociais, a convivência com as drogas, com a violência diária, com o desrespeito e desvalorização da mulher e da pessoa humana.

Enfim, a Barbie vivendo no mundo real que conhecemos, como vemos nas fotos da fotógrafa canadense Mariel Clayton, que fotografa a boneca mais famosa do mundo em situações bizarras que envolvem morte, sexo e outros temas fortes.


fotos da fotógrafa canadense Mariel Clayton
fotos da fotógrafa Mariel Clayton

fotos da fotógrafa canadense Mariel Clayton
 fotos da fotógrafa canadense Mariel Clayton

Deixando a beleza e o encanto para trás, ela é colocada frente a frente com as condições reais da vida humana, sofrendo como se vivesse na nossa realidade diária.

Em outros expressões artísticas, não são poucas, elas são enviadas para o outro lado obscuro da fantasia, retratando a Barbie zumbi



ou fazendo referência a um dos filmes mais grotescos, mais bizarros e escatológicos do cinema contemporâneo, o polêmico “Centopeia Humana” do diretor Holandês Tom Six.


centopeia com Barbies
Centopeia com Barbies

centopeia humana filme
filme "Centopeia Humana”
do diretor Holandês Tom Six

Às vezes somos vítimas da violência e, outras vezes, somos os vilões de uma história. 

Não quero discutir aqui a tão falada "luta entre o bem e o mal". Não, não. Não quero isso!

Quero apenas refletir será que a perfeição não existe? Nem mesmo na vida fantasiosa da maravilhosa BARBIE, fonte de inspiração para todos nós. Pois enquanto uns idolatram a perfeição que ela personifica, outros tiram-na da Fantasia e mostram-lhe que a crueldade e o sofrimento pode acontecer a qualquer um.

Eric Bauer reproduziu as capa de algumas revistas Playboy, chamadas de Blaypoy.


capas da playboy com barbie, Eric Bauer
capas da playboy com barbie, Eric Bauer


capas da playboy com barbie, Eric Bauer
capas da playboy com barbie, Eric Bauer


capas da playboy com barbie, Eric Bauer

De certa forma, apesar da agressividade de sua arte, eles tiram a Barbie do mundo fantasioso e a inserem no mundo real. Enquanto alguns tentam artificializar as pessoas, transformando-as em bonecas, ao mesmo tempo, outros artistas mostram o outro lado da moeda, tentando humanizar a boneca.